Liderança Marionete >> O que NÃO fazer <<

Existem zentos conceitos para a liderança, alguns até fantasiados por pessoas frustradas com os seus chefes habituais…

Muitos post’s, blogs, artigos explicam o que você deve ou não fazer, mas sempre receitas mirabolantes longe da realidade.

Vou usar a experiência que passei este fim de semana para tentar expor da melhor (e mais fácil) maneira possível O QUE NÃO SE DEVE FAZER:

* Contar segredos de outrem – um verdadeiro líder esta pronto para ouvir coisas e guarda-las para si;

* Ameaças vazias – quanto mais o falso líder ameaçar o seu grupo liderado mais as  coisas vão piorar, ainda mais com ameaças vazias;

* Não se posicionar – acho que na visão universal, todo líder é manso, esta é uma forma errada de ver as coisas… O líder sempre chama atenção do seu grupo ou de pessoas a parte quando necessário, não pode ter medo de enfrentar o erro alheio;

* Exigências – Exigir total obediência e respeito…  o verdadeiro líder ensina e ganha o respeito gratuitamente.

*Distribuir Culpa – culpar uma pessoa por atitudes de outras. Cada mente é um mundo, cada um que responda por sua própria atitude.

Sempre acreditei que o verdadeiro líder, já nasce líder. Até é possível aprender, mas é um caminho árduo. Também não adianta receita mirabolante, colocar alguém à frente de um grupo somente pelo conhecimento que a pessoa possui…

Então, um dos maiores erros de sempre: colocar na liderança pessoas despreparadas e culpar o sistema.

DICA: Se hoje você esta em uma posição de liderança, e acha que não esta dando conta, não se desespere, procure ler mais sobre o assunto, procure ajuda de quem já entende do assunto…

 

~Ellen Figueira~

Anúncios

…Destino…

destino

Cuidado com seus pensamentos, pois eles se tornam palavras.
Cuidado com suas palavras, pois elas se tornam ações.
Cuidado com suas ações, pois elas se tornam hábitos.
Cuidado com seus hábitos, pois eles se tornam o seu caráter.
E Cuidado com seu caráter, pois ele se torna o seu destino.

Alfred Roberts

¨ Me Sinto ¨

Sinto o meu coração vazio, às vezes por um fio.

Sinto o perfume do que passou pelo ar, mas não sinto cheiro do que virá.

Ás vezes fraquejo mediante a solidão, às vezes me sinto forte como um trovão.

Livre, independente, quase sempre muito despreocupada, posso apenas estar precisando ser curada.

Um pulo no precipício, uma decisão tomada, e levo meu caso com o amor para o tudo ou nada.

Risos ecoam na minha cabeça com a juventude instalada na minha garganta.

Enquanto o choro me acompanha carregando a esperança por não ter mais forças para se sustentar, gastando assim minhas lágrimas para caírem ao chão.

image

~ By Ellen Figueira ~

III História…

Tinha o costume de enrolar na cama, ainda tentou, mas a lembrança do sonho a fazia ficar inquieta. Resolveu levantar e tomar um banho já para ir para o trabalho.

Estava impossível de se concentrar, parecia que um filme estava passando em sua mente, sentia calafrios e arrepios pelo corpo e em todos os momentos alguém lhe perguntava:

– Thabatah, você esta me ouvindo?? Está tudo bem ?

O tempo estava correndo e a vida se tornava cada vez mais curta, decidiu de uma vez por todas jogar as cartas na mesa e se declarar para o Igor. Não tinha mais idade para estar passando por esta angustia, tinha que ser dona de si, ou melhor, dos próprios sentimentos.

Já era à noitinha quando decidiu mandar uma mensagem para o celular do Igor.

“Preciso falar com você!”

pensativa

Direta e reta ela sabia que quando ele recebesse, logo entraria em contato por perceber a frieza e a urgência desta simples frase.

Horas se passaram e nenhuma resposta foi recebida, com um copo de vinho na mão adormeceu no sofá aguardando um retorno.

Acordou assustada percebendo que perdera a hora e sentia o corpo magoado por uma noite mal dormida. Sem pensar em nada pela pressa, foi trabalhar.

Antes do meio dia recebeu uma ligação de um número estranho.

– Bom dia! Eu sou a Barbara namorada do Igor.. você mandou uma mensagem para ele ontem…

O ar faltou em seus pulmões, sentia a mão gelada como uma adolescente que é pega em flagra. Mas decidiu que se era para ganhar que o jogo, que a verdade estivesse em 1º lugar. Estava disposta a ver aonde toda esta história levaria.

– Bom dia, sim eu mandei… – e antes que pudesse terminar a frase, Barbara começou a falar com uma voz embargada.

– Eu estou ligando para lhe informar que ontem o Igor sofreu um acidente de carro, ele está hospitalizado, ainda inconsciente, mas não foi nada muito grave.

Com a cabeça ainda rodando com tantas informações infortunas quase gaguejou ao tentar falar.

– Em que hospital ele esta? Em que quarto? Posso ir visita-lo? – Depois de todas as informações passadas desligou o telefone.

Sentou por não aguentar o peso da tristeza em seu coração, e por mais que tivesse temor a Deus, questionou o porquê daquilo tudo quando depois de tantos anos ela finalmente resolveu entregar os seus sentimentos, uma coisa tão trágica assim pode ter acontecido.

(continua…)

By Ellen Figueira

¨ A Grande Mudança ¨

Mudança peixes

O maior problema de uma grande mudança não é a incerteza do que pode acontecer no futuro e sim o MEDO de tentar. É possível pensar em todas as prováveis possibilidades do que te traz a este momento tão singular, poucos conseguem gerir as diferentes situações de querer e de pensar livremente neste assunto com o intuito de realmente coloca-lo em prática.

Pra estas pessoas que não conseguiram ficar apenas no sonho ou no pensamento, algo esta movendo esta força, algo maior do que apenas desejar. Significa que a infelicidade esta sendo tentada e entrar porta a dentro, e que esta mudança trará uma vida nova, um recomeço.

Mas quando a hora chega de dizer adeus e abandonar a antiga vida vem um nó na garganta.. Um peso nos ombros que te obriga retroceder e pensar mais um pouco. Somos tão corajosos, ou pelo menos nos sentimos assim.. mas o peso da responsabilidade te arranca metade da pólvora que é responsável por este fogo de tentar achar o perfeito e de lutar pelo que você acredita que é o caminho da felicidade.mudancaTenho uma teoria que acredito que ninguém pensa em mudança se estiver pleno.. Ou seja, se sua vida esta perfeita então porque você se sente estagnado ? Algo esta errado.. Antes de meter o pé na estrada faça uma analogia dos fatos considerando todas as hipóteses: Talvez não seja o lugar que você esta. Talvez sejam apenas as coisas que você esteja fazendo (ou não esteja fazendo). Talvez as pessoas que te rodeiam não são o bastante para lhe preencher.

O interessante é que o ser humano tem um limite de resistência para a infelicidade. E algumas apenas escolheram existir, sem grandes esperanças ou qualquer necessidade de felicidade. Mas eu duvido que em um dia de fúria ou desgosto profundo este mesmo individuo não pensou por um momento em sumir, desaparecer definitivamente ou em simplesmente abandonar tudo e fugir com a roupa do corpo… Não é difícil achar pessoas que fizeram isso sem pensar nas consequências e nas feridas que deixou nos familiares e amigos.. mas todo bônus tem um ônus. Lembre-se de que estas pessoas continuaram lá, e um dia se sua fuga não der certo, quem terá que encará-las é você. Todo ser humano depende de outro ser humano, não o termo sobrevivência de vida, mas para uma plenitude precisamos nos relacionar. O problema é que muitas pessoas pensam que não precisam de ninguém, que o dinheiro basta, e se trancam em suas mansões e ficam na internet em bate-papos ou coisas do tipo. Então como eu acabei de dizer… todo mundo precisa se relacionar com outro individuo.mudança

Acho particularmente que a felicidade deve ser o alimento diário da alma.. Então, se sua vida esta precisando de mudança, é hora de arquitetar os prós e contras.. Nada precisa ser tão radical , comece a mudar hábitos e rotinas, se não der certo da felicidade bater à sua porta, parta para algo mais radical…

Mas lembre-se, mesmo a busca pela felicidade traz consequências que podem nos causar saudades e por estas sentimentos de nostalgia que ao meu ver, é o antônimo da felicidade caso seja absorvido em grandes doses.

~Ellinha~

Mudança (por Edson Marques)

“Mude,
mas comece devagar,
porque a direção é mais importante
que a velocidade.
Sente-se em outra cadeira,
no outro lado da mesa.
Mais, tarde mude de mesa.
Quando sair,
procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho,
ande por outras ruas, calmamente,
observando com atenção
os lugares por onde você passa.
Veja o mundo de outras perspectivas.
Abre e feche as gavetas
e portas com a mão esquerda.
Não faça do hábito um estilo de vida.
Ame a novidade…”

(poema completo http://www.globocampinas.com.br/?p=2720)